Pensamento da Hora

"ALGUMAS PESSOAS COMENTEM O MESMO ERRO DUAS VEZES. OUTRAS SÃO MAIS INTELIGENTES: ENCONTRAM NOVOS ERROS PARA COMETER" (Edson Athayde)









domingo, 26 de fevereiro de 2012

Seremos imortais?







Acabei de ler uma reportagem na revista IstoÉ que trata da possibilidade de num futuro próximo, as pessoas viverem até os 120, 150 anos. A chamada para a matéria diz assim:





A era dos homens imortais
Recursos como próteses para substituir neurônios, máquinas que constroem DNA, coração e até um outro cérebro permitirão que a próxima geração viva pelo menos até os 150 anos - e as sucessoras, ainda muito mais



E a reportagem segue demonstrado tudo o que está sendo feito hoje pelos cientistas para que isso se torne realidade. Em resumo, estes são os principais pontos hoje pesquisados:

1 - Num instituto suiço,  procura-se recriar o cérebro humano e se prevê resultados concretos para 2024. Por hora, eles já conseguiram recriar o córtex de um rato.(pobres dos ratos, sempre eles! Já imaginaram o quanto a humanidade deve aos ratinhos de laboratório?)

2 - Partes do coração poderão ser recriadas com células-troncos. Já deu certo em pacientes com deficiência cardíaca.

3 - Estuda-se recriar ou regenerar as células humanas.

4 - Na França, o processo de envelhecimento de células de um homem de 74 anos foi revertido. 

5 -  Nos EUA estuda-se uma célula resistente a todo tipo de vírus. Na Universidade de Havard tem uma máquina que é capaz de remontar todo o DNA humano de uma só vez para corrigir falhas.

Bem, diante de tudo isso, fazer com que a vida humana se estenda por séculos deixou de ser apenas ficção científica para ser possibilidade real e concreta. Eu tenho uma grande frustração: Saber que não estarei vivo no século 30. E nem precisa ir tão longe; saber que não estarei vivo no século 22...tenho uma profunda curiosidade em saber como estará o mundo daqui a mil anos; como serão as cidades, como será as novas formas de convivência em sociedade, como serão as leis, a justiça, os governos; ou até se ainda existiremos como espécie até lá...

Mas agora, é bem possível que meu filho que hoje tem 14 meses consiga passar dos cem anos(se as circunstâncias imponderáveis e incontroláveis da vida permitir) com bem mais facilidade do que os centenários de hoje. Qual mundo se descortinará para ele e para os filhos dele e para os filhos dos filhos dele?

Ah, como eu gostaria de saber!

_________________________________________
Leiam a reportagem pois é bem interessante: IstoÉ

16 comentários:

  1. Oi Edu tudo beleza?

    Rapaz, que legal isso né?
    Mas será que o homem velho vai ter que usar viagra ou eles vão rejuvenescer o bilau também? Já pensou viver pelo menos 60 anos sem poder fazer nada? Aí é ruim hein!

    Um abração meu amigo!

    ResponderExcluir
  2. heeeeee. a sua preocupação procede, Mansin. Mas já que vai regenerar tudo, acho que esse ítem não ficaria de fora...rsssss abraços

    ResponderExcluir
  3. Olá amigo, eu adoraria viver muitooooooo se for com saúde, viver "capengando" não quero kkkkk mas viver muito cheia de vida e tentar fazer muito mais ainda tudo que planejo seria fantástico! abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kellen, com saúde sim, capengando não dá né?? rrssssss

      Excluir
  4. Ontem vi a capa dessa revista e quase comprei. Muito interessante esse assunto, mas acredito que tudo ainda está na base do sensacionalismo. O ser humano tem um limite psicológico para encarar a vida.

    Além que dificilmente essas tecnologias caso venham a existir estarão disponíveis aos cidadãos comuns.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fábio, prazer em tê-lo aqui. Eu creio que esse "limite psicológico" que de fato, existe, seria também modificado com o todo da nova situação da vida humana. Que tais tecnologias estarão a princípio disponíveis aos ricos, é também uma questão importante.

      Valeu pela participação, abraços

      Excluir
  5. Fantástico né Edu!!!
    Só espero que o homem ou volte, ou então que evolua... para que aprenda onde esqueceu de aprender a amar
    Beijos e boa semana!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carla, vamos continuar trabalhando para que essa evolução do amor se concretize na humanidade. beijos

      Excluir
  6. Olá,Edu!!

    Puxa...bem interessante...mas não sei se é tão bom assim viver até os 150 anos!
    Beijos!!!Tudo de bom!
    14 meses já?!!!O tempo voa...rsrsr

    ResponderExcluir
  7. Edu, futuro promissor esse, mas sem querer ser pessimista rsrs..pensei logo na questão previdenciária . Como lidar também com a natalidade, né? O mundo já sofre com as super populações, o fato das pessoas viverem mais pode diminuir a possibilidade de renovação da vida. Viver muito assim também só se for como falou a kellen, com saúde!!
    Abraços, fica com Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, Mari, serão os efeitos colaterais que precisarão ser enfrentados pelas futuras gerações de "imortais".

      Excluir
  8. Não gosto nem um pouco dessa idéia! Pra que?
    Ficar uns cacos ambulantes? Não, cada coisa tem seu ciclo e os que não o aceitam e respeitam, ficam vivos, mas pendurados no pincel apenas, pois vida de verdade? Neca de pitibiriba!

    abração,chica

    ResponderExcluir
  9. Bom dia,Edu!!!

    Tenha um ótimo dia meu amigo, com tudo de bom!!!
    Beijos pra vocês!!!

    *Adorei o comentário da Chica aqui!!rsrsrsr

    ResponderExcluir
  10. Se formos seguir a linha do cristianismo, já somos imortais, na linha calvinista então, uns para honra, outros para desonra... Ah nada a ver, ignora o meu comentário. Lembra do Cirilo de Carrossel: "eu só quis dizer..." ¬¬

    ResponderExcluir
  11. Edu please, sem querer parecer abusado, mas desativa essas letrinhas de confirmação de comentário rsrsrs

    ResponderExcluir